sábado, 19 de março de 2011

Nuvem Negra






A chuva cai lá fora.
O dia acabou e eu continuo assim:
Sozinha.
Eu juro que tentei,
Mas agora acabou.
Eu juro que tentei,
Mas você não me ouviu.
Eu sempre estive aqui
Mas você não me viu,
Você não me viu.
Recolho os restos de mim pela casa
E coloco sobre a cama vazia.

A chuva cai lá fora
E eu estou assim:
Febril.
Doente por ter errado tanto,
Mas agora o fim chegou.
Não adianta me procurar
Porque eu sempre estive aqui.


Imagem: Google

5 comentários:

chica disse...

Profindo e lindo!beijos , ótimo domingo e OUTONO! chica

Professora Carla Fernanda disse...

Bonito Katita!
Você tem toda a razão. Ninguém liga mesmo. Tirei até o post e coloquei coisa melhor no lugar.
Beijos,
Obrigada!!
Carla Fernanda

Gilberto Carlos disse...

Parabéns pelo poema, adorei. Também estou juntando os pedaços de mim pela casa e acho que está faltando alguma parte. Onde estará?

Gilberto Carlos disse...

Também estou recolhendo meus pedaços pela casa, mas eu acho que está faltando algumas partes. Onde estarão?

Professora Carla Fernanda disse...

Kátia,
Passando para sar um bom dia!!
Carla Fernanda