quarta-feira, 6 de abril de 2011



O brilho da noite ofusca mentes,
Trazendo à tona segredos da solidão.
A dor do vazio da alma enlouquece,
Deixando na boca o gosto do segredo.
As horas passam, o sono não chega,
Apenas o vazio no peito dói cada vez mais alto.
Fechar a janela, puxar as cortinas,
Nada adianta quando as palavras giram tontas no ar.
Amanhece, o dia insiste em nascer.
A mente suspira por não estar mais só,
E adormece protegida pela luz.









Imagem: Google
Vídeo: "Sempre não é todo dia" - Oswaldo Montenegro - You Tube

2 comentários:

Carla Fernanda disse...

Oi Katita!.

Gosto muito de Oswaldo Montenegro.
Eu assisti uma peça dele que nunca esqueci: A Dança dos Signos.
Lindo Katita!!
Beijos,
Carla Fernanda

Christopher Price Poe Wright disse...

Hum... well, I did not kwow Oswald Blackportion. I like him lyrics.

Have a nice sunday!