terça-feira, 26 de abril de 2011

A Liga



No dia 05/04, no programa A Liga, os seus integrantes resolveram passar 24 horas nas ruas. O apresentador Rafinha Bastos, fez mais que acompanhar moradores de rua, ele se transformou em um por 24 horas.
Há alguns anos, o apresentador Gugu Liberato se vestiu de mendigo e passou um dia pedindo dinheiro no centro de São Paulo e conseguiu arrecadar um dinheiro considerável.
Lógico que o objetivo do quadro do Gugu era para desestimular as pessoas a darem gorjetas e acho que funcionou, pois o Rafinha não conseguiu nem o suficiente para comer.
Que eu sabia que havia uma legião morando nas ruas das grandes metrópolis, eu já sabia, mas ainda não tinha visto nenhuma reportagem tão real como essa, pois "A Liga" faz mais do que falar em estatística, eles vivenciam o problema, chegando a dormir na rua.
Não sei se há mais gente morando nas ruas, ou se as pessoas realmente pararam de dar esmolas, mas a verdade é que a gente pensa que quem mora nas ruas ganha, muitas vezes mais do que um trabalhador, mas o que eu vi é que isso não é verdade.


(Foto Revista Veja)



Como eu moro no Rio de Janeiro e já trabalhei no centro da cidade, sei é muito comum ver vários meninos dormindo nas portas das lojas, ainda fechadas.
Muito difícil essa situação, pois, na maioria das vezes, mandá-los de volta para a família é ainda pior e, como não se pode prendê-los e nem obrigá-los a ficar em nenhuma instituição, eles crescem por ai.
As pessoas não estão somente nas ruas, elas estão invisíveis socialmente.
Do jeito que as coisas estão caminhando em nosso país, logo o nosso país estará repleto de pessoas invisíveis, pois hoje somos apenas força de trabalho, amanhã...




Se tiverem tempo, vejam os vídeos.









6 comentários:

Carla Fernanda disse...

Um problema social muito grave Katita!
Beijos e boa noite!
Carla

Carla Fernanda disse...

Vou vendo os vídeos devagarinho!

Carla Fernanda disse...

Vc já tá bem?

Carla Fernanda disse...

Saudades!

Carla Fernanda disse...

Kátia,
Vi algo sobre Lobão aqui?
Beijos e boa noite!
Carla

Katia Cristina disse...

Carla

É mais do que um grande problema social,pois é invisível.