quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Meu afastamento




Passei um bom tempo sem escrever.
Mas não foi apenas de escrever que eu parei: parei com tudo que realmente gostava porque o Banco do Brasil resolveu abrir seu concurso e eu precisava passar.
Precisava passar porque não tenho um emprego fixo, porque não tenho estabilidade, porque não tenho aposentadoria, porque não tenho mais tempo e porque meus dois irmão já passaram em concursos para bancos e estava me sentindo inferior...
Talvez a última frase seja mais verdadeira dos que as demais.
A verdade é que hoje, apesar de ter passado, continuo me sentindo tão infeliz quanto antes. A única diferença é que agora eu posso ser chamada para ser funcionária pública.
Eu mais do que preciso desse emprego, eu necessito!
Meus problemas não vão sumir com ele, mas acredito que tudo vai ficar mais fácil de ser resolvido.
Esse concurso é um marco, pois se eu não tivesse passado estaria de malas prontas para mudar para o Pará - aliás, isso ainda não está fora de questão, pois não vou ser chamada imediatamente.
Eu sei que pouco adianta fugir dos seus problemas porque eles tendem a nos acompanhar, mas realmente não tenho mais forças e nem vontade de lutar, que apenas juntar meus pedaços para estar o mais longe que eu puder deles.
Hoje mais do que ontem e ontem mais que anteontem eu sei que não há mais volta, que meu caminho está totalmente fechado e que não há mais como "dar um jeito nas coisas" e que eu preciso caminhar sozinha, sem contar com mais ninguém, torçam por mim...

4 comentários:

Ligéia disse...

Kátia,
estou passando por um momento bastante difícil para mim, cheio de dúvidas, de medos. Creio que este é o pior problema que já enfrentei. Mas estou com muita fé e eperança que td dará certo. estou torcendo por vc, claro. Conte comigo, se precisar de um desabafo. Sou boa nisso, de ouvir as pessoas.
beijos!
Ah, parabéns por ter passado no concurso! Sei o qto isso é difícil!

Roderick Verden disse...

De fato, como disse a Ligéia, é difícil passar em concurso público.

Bom te ver de volta, Katia.

Estou torcendo pra vc e para a Ligéia também.

Saúde, paz e sucesso pra vcs!

Roderick Verden disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carla Fernanda disse...

Kátia eu torço para você claro.
Mas você precisa acreditar mais e afirmar com as palavras que tudo vai melhorar, porque como as palavras são mágicas, e eu sei que você sabe, temos que prestar atenção a elas meu bem e falar que tudo vai mudar, vai melhorar, tá?
As palavras tem de verdade!!
Força amiga!!
Beijos,
Carla