terça-feira, 31 de agosto de 2010

O que aconteceu com meus dias?






Desde que tive que enterrar meu pai no Dia dos pais não me sinto muito bem.
Tenho fugido das conversar de fim de tarde com os amigos e passo de cabeça baixa pelo condomínio, para evitar que falem comigo.
Não estou falando isso para que alguém me venha com qualquer tipo de consolo ou que venha me dizer que ele descansou.
Acontece que nesses 10 anos em que meu pai esteve doente, eu não me dei o direito de chorar, não queria parecer fraca e agora, quando tudo parece ter terminado, tenho 10 anos de lágrimas guardadas e parece que isso nunca vai terminar.
Quero voltar a escrever como fazia antes, mas antes tenho que dar uma reviravolta na minha vida.


video

Voltei a dar meus passeios de sábado, mas ainda não consegui me desligar do fato em si.
Nem precisa dizer quantas vezes já fiquei doente desde então...
Eu sou assim mesmo: me visto de forte, mas sinto uma formiga minúscula andando pelo meu corpo.
Gostaria realmente de ser diferente e sofrer menos, mas não sou, desculpem.

Nenhum comentário: