quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Como surge uma superstição ( Ou o poder da fofoca)


Pode parecer mentira, mas aconteceu comigo.
Há uns três anos decidi trocar a janela de ferro da sala, colocando uma de madeira. A nova janela precisava de trinta e dois pequenos vidros, que mandei cortar em uma vidraçaria.
Pois bem , no momento de instalá-los, o último, na parte superior direita trincou.
Xinguei um palavrão, e no dia seguinte voltei à loja e mandei fazer outro vidro. Na hora de instalar, adivinhem ? trincou de novo!
Fiquei uns dias atarefado, sem tempo de voltar à vidraçaria , e acabou que o tempo foi passando e a janela ficou sem um vidro.
Algum tempo depois, ao trocar uma lâmpada , bati com a ponta da escada na janela e quebrei mais um vidro. Caprichosamente desta vez, o último da parte superior esquerda. Dessa vez nem me dei ao trabalho de mandar fazer a reposição.
Bem , há cerca de um ano troquei a janela do quarto do meu filho, e dela sobrou-me um vidro. Lembrei dos vidros que faltavam na sala e fui a vidraçaria mandar cortá-los.
Só que , o vidraceiro cortou-os no sentido contrário ao restante da janela, ou seja, os 30 vidros “sobreviventes” tinham o desenho canelado na vertical, e esses dois ficaram com o canelado na horizontal.
Depois de uma discussão com minha esposa, daquelas que acaba com o sol por testemunha “ COLOCAR DOIS VIDROS AO CONTRÁRIO É COISA DE MALUCO!!”, insisti e botei os vidros assim mesmo . “melhor do que ficar o buraco aberto”.
Bem, há mais ou menos seis meses, meu vizinho Gilmar ( casado com a Valéria, atentem bem para o fato! ), esteve em minha casa pra eu participar de um abaixo assinado, e reparou nos dois vidros ao contrário:
_ Ué Antonio, por que os dois vidros de cima são na horizontal?
Aqueles dois malditos vidrinhos já tinham me avacalhado tanto que meu primeiro ímpeto foi mandar o cara para o raio que o parta. “ A casa é minha, os vidrinhos são meus, eu ponho como quiser!”. Mas me controlei e tive uma idéia. Assumi um ar circunspeto e lasquei:
_ Então você não sabe? Isso é parte da filosofia Fei-Chi-Chuan. Se você tem uma janela de mais de doze vidros virada para a rua, inverter a posição de dois deles melhora a energia da casa. Coincidência ou não depois que eu fiz isso nunca mais eu e Kátia discutimos. ( Pura invenção! Eu e Katia continuamos brigando feito cão e gato como sempre fizemos) . Se o vidro é canelado, ponha dois na horizontal e o resto na vertical. Ou vice-versa. Ou ponha o canelado de dois para dentro e o restante para fora. Com o vidro “martelado” a mesma coisa.
_ E se o vidro for liso?
“Putz , agora ele me pegou!”.
_ Aí você pede na vidraçaria para cortarem dois vidros no sentido da largura da chapa, e o restante no sentido do comprimento dela entende?
Como já disse , falei isso com a seriedade de quem está revelando ao mundo o terceiro mistério de Fátima. Dei o assunto por encerrado e a coisa caiu no esquecimento.
Acontece, que há quinze dias atrás, fui na casa da minha vizinha Cristiane (Casada com o Adauto, não com o Gilmar aí de cima) ver se eu destravava o computador dela. Reparei que na janela tinham dois vidros colocados ao contrário dos outros. Como não sou melhor que ninguém, perguntei:
_ Por que dois vidros ao contrário?
_ Quem me ensinou foi a Rosana. ( que é casada com o Ricardo, não com o Gilmar). Coisa de japonês. Um tal de Fei-xu-xim. Diz que trocar a posição de dois vidros na janela traz dinheiro.
“OOOps, já ouvi isso em algum lugar!”.
Pra vocês verem como em pouco tempo, uma besteira que eu falei percorreu todo o condomínio (de 208 casas) onde eu moro, graças ao poder da fofoca. Pra não falar que eu criei uma superstição, e de quebra bagunçei o fei-chi-Chuan.
Portanto, se chegar ao ouvido de vocês que inverter a posição de dois vidros na janela traz prosperidade não caiam nessa, fui eu que inventei...
Ou será que faz mesmo parte da filosofia do Fei-Chi-Chuan e eu acertei no chute?

2 comentários:

Ligéia Alone disse...

kkkkkkkkkkkkk Adorei!
Não seria Feng-Shui?

Katia Cristina disse...

Não. Nós inventamos a nossa própria superstição!